segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Mês dos arquitetos...

Comemorando o mês dos arquitetos, esta postagem será bem vinda. Pretendo mostrar algumas obras de Ruy Ohtake, que tem mais de 300 obras pelo Brasil e exterior. Arquiteto que fez aqui uma base de trabalho e realizações de tirar o fôlego. Posso dizer até que ele também é um dos arquitetos que me inspiram. Suas obras falam por si, tem personalidade, tecnologia e uma clareza de composição única.


Condomínio Residencial Heliópolis. O aproveitamento do terreno foi completo.


Imagens acima: www.ruyohtake.com.br

Arquitetura para uma classe que merece atenção. Prédios redondos com 4 apartamentos, cheios de cores entre as janelas e integração visual.


Esta planta mostra a disposição dos apartamento no edifício. As unidades visam conforto, simplicidade e praticidade, fugindo do formato "H" que muitas construtoras insistem em usar para as classes menos desfavorecidas economicamente.

A

Hotel Unique, São Paulo. Se não conhece, passe por lá!
B

Este hotel é único em São Paulo. Com esse formato de melancia, o arquiteto abusou da criatividade das formas, materiais e da escala. Vidro, concreto, madeira, são algumas matérias encontradas em suas obras.
C
Imagens A,B e C: /www.ruyohtake.com.br

Ruy Ohtake sempre se destaca pela sua ousadia. A arquitetura tem força, profissionais e tecnologia pra isso. Por isso ele me inspira. Precisamos libertar as formas, sair do costume e do tudo igual. Veja um dos quartos à direita. O formato da construção é aproveitada no interior criando uma nova linguagem artística decorativa.
D
  Estádio do Morumbi, em São Paulo.

E

Esta é uma proposta para a reforma do estádio. Para isso, usou das curvas na cobertura, sempre com muita leveza e certeza estrutural.

F
Imagens D,E e F: www.ruyohtake.com.br

Uma proposta que poderá ser vista pronta na Copa de 2014. Repare nos elementos externos, cheios de pilares enormes como os arcos-portante de uma catedral.

Imagem: www.officinainteriores.com.br

Esta residência em Valinhos (SP) é muito bonita. Cheis de curvas, uma das caracterísitcas do arquiteto, ela é imponente, explora a versatilidade do concreto aparente e traz uma nova versão para as possibilidade que Niemeyer tanto gostava.

Imagem: www.officinainteriores.com.br
 No interior da residência, a rampa-secada é fenomenal. Ela tem 4,5m de diâmetro e seus degraus são calculadamente espaçosos. As cores neutras também se juntam às coloridas, algumas primárias, como nas obras de Mondrian.

Para todos os arquitetos, bom senso, sabedoria e bençãos de Deus!

Beijos!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário